Ramon Kayo

Newsletter


Entusiasta dos pequenos negócios, mantém um pequeno negócio de desenvolvimento de sites e um espaço de coworking. Compartilha ideias de como ser mais criativo e produtivo.

Ramon Kayo

A carta de Pascal

Nem todo mundo se dá conta de que o simples vem depois do complexo, e não o contrário

Ramon KayoRamon Kayo

Certa vez, Pascal escreveu:

Esta carta que lhe escrevo está maior do que normalmente, porque estou sem tempo de deixá-la menor.

À primeira vista é difícil perceber o que ele quis dizer. Mas o raciocínio é brilhante: Pascal sabia que para diminuir a carta, teria que escolher somente o que fosse necessário e se livrar do resto, o que levaria tempo. Ainda mais interessante que isso é o fato de que ele tinha a certeza de que isso melhoraria sua carta.

Nem todo mundo se dá conta de que o simples vem depois do complexo, e não o contrário. Na verdade, quando você chega ao complexo, tem que trabalhar muito mais para alcançar o simples.

Simplicidade é o auge da sofisticação.— Leonardo Da Vinci

Simplicidade é o que não precisa ser entendido, porque de certa forma sempre esteve lá. Simples é saber o que fazer, mesmo sem ninguém ter dito a você. Simplicidade é a essência fundamental das coisas. É fácil reconhecer a simplicidade, porque ela nos faz sentir bem. E esta ideia se aplica perfeitamente às pessoas: as mais cativantes são aquelas que são simples.

“Não é aumento diário, mas diminuição diária. Você deve se livrar do que não for essencial.”

— Bruce Lee

Pense nisso. Diminua. Simplifique. Minimalize. Desfaça-se de tudo aquilo que lhe toma tempo, energia, e lhe torna um ser confuso. Seja a melhor carta de Pascal.

Entusiasta dos pequenos negócios, mantém um pequeno negócio de desenvolvimento de sites e um espaço de coworking. Compartilha ideias de como ser mais criativo e produtivo.