Ramon Kayo

Newsletter


Entusiasta dos pequenos negócios, mantém um pequeno negócio de desenvolvimento de sites e um espaço de coworking. Compartilha ideias de como ser mais criativo e produtivo.

Ramon Kayo

O que é a Curva ABC?

Entenda o que é a Curva ABC e como ela se relaciona com o Princípio de Pareto. Veja também um exemplo com um passo a passo para você montar uma Curva ABC.

Ramon KayoRamon Kayo

A Curva ABC é uma técnica para categorizar itens de acordo com sua importância, a partir de um determinado parâmetro.

A Curva ABC foi desenvolvida por Joseph Juran em 1941. Ele se baseou num trabalho do italiano Vilfredo Pareto que argumentava que 80% das terras da Itália pertenciam a apenas 20% da população. Segundo Joseph Juran, a distribuição onde 20% das entradas possuem 80% de participação nos resultados é comum a diversos cenários.

Alguns exemplos:

Inicialmente, a Curva ABC foi desenvolvida para priorizar os esforços na gestão de estoque, mas ela pode ser aplicada em diversas situações. Você pode, por exemplo, descobrir quais são os seus produtos que mais dão lucro, ou ainda, quais dos seus produtos dão mais problemas.

A Curva ABC separa os itens em três categorias de importância:

curva-abc

Exemplo: Priorizando o Porfolio de Produtos

Vamos supor que você tenha um e-commerce de artigos eletrônicos, como câmeras, smartphones, tablets e TV’s. Como o seu capital de giro anda restrito, você quer diminuir o seu mix de produtos da melhor maneira possível. Neste caso a curva ABC é a ferramenta perfeita: basta descobrir quais são os seus produtos A, baseando-se no lucro, e abrir mão dos demais.

Suponha o seguinte portfolio de produtos:

O primeiro passo para categorizá-los é determinar, para cada produto, qual é o lucro por período. Para isso, você precisa subtrair o custo de compra do preço de venda e multiplicar o resultado pelo número de vendas no período.

Depois disso, você deve descobrir qual é a participação de cada produto no lucro do período, dividindo o lucro de cada produto pelo lucro total do período e multiplicando o resultado por 100.

Uma vez com a participação de cada produto no lucro, você deve ordená-los em ordem decrescente de participação e descobrir a participação acumulada.

Por último, basta marcar, de acordo com a participação acumulada, os produtos que são responsáveis por cerca de 80% das vendas como “A”, os responsáveis por cerca de 15% como “B”, e os demais como “C”.

Pronto! Agora você já sabe em quais produtos se concentrar, isto é, quais são os seus produtos A. Talvez seja a hora de parar de vender TV’s e algumas câmeras, e se concentrar nos smartphones e tablets.

Se quiser ver e mexer na planilha utilizada no exemplo, faça o download.

Entusiasta dos pequenos negócios, mantém um pequeno negócio de desenvolvimento de sites e um espaço de coworking. Compartilha ideias de como ser mais criativo e produtivo.